21 de abr de 2016

Comitiva de Estrela busca finalização do processo de gestão plena na saúde



    ESTRELA
Lideranças reuniram-se com o secretário estadual da Saúde para defender autorização relativa ao hospital
Uma comitiva de Estrela, liderada pelo prefeito Rafael Mallmann, foi recebida na segunda-feira (18) pelo secretário estadual da Saúde, João Gabardo dos Reis, em Porto Alegre. Na pauta do encontro, a gestão plena dos recursos do SUS, em especial os repasses para o Hospital Estrela. Conforme o secretário municipal da Saúde, Elmar Schneider, o encontro foi bastante positivo e a expectativa é de que até junho o Estado emita a autorização. “Foi fundamental esta conversa com o secretário para que pudéssemos mostrar a segurança do município na gestão dos recursos”, afirma.

Segundo ele, no início de maio haverá reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que é o fórum de negociação entre o Estado e os municípios na implantação e operacionalização do Sistema Único de Saúde, que vai definir tecnicamente o pedido. Schneider destaca a união dos vários segmentos d
a comunidade, pois além do Executivo e direção do hospital, participaram da audiência, representantes da Câmara de Vereadores, do Corpo Clínico do Hospital e da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços (Cacis). “Isto demonstra a união de todos os segmentos da nossa comunidade na busca de melhorias no atendimento à saúde de nossa população”, frisa.

Com a gestão plena o município se responsabilizará pela regulação, controle, avaliação e pagamentos. Em dezembro do ano passado Estrela já havia recebido autorização plena quanto aos prestadores de serviços – entre os quais estão os laboratórios, Apae, clínicas de mamografia e fisioterapia. O pleito, agora, é que ocorra a gestão dos recursos que vêm para o hospital. Com isso, as verbas deixarão de ser repassadas pelo Ministério da Saúde ao Estado, que as transfere depois para o hospital. “No momento em que ocorrer a gestão plena os recursos virão para o município, que fará o pagamento ao hospital. A instituição, junto com a Secretaria Municipal da Saúde, vai gerir estes valores e estabelecer metas”, explica Schneider.
 Texto: Paulo Ricardo Schneider

Nenhum comentário:

Postar um comentário