14 de mai de 2015

Secretário do Meio Ambiente integra Comitê da Bacia Taquari-Antas



ESTRELA
O Governo de Estrela está representado no Comitê da Bacia Hidrográfica Taquari-Antas para a gestão 2015/2017. O secretário do Meio Ambiente e Saneamento Básico, Hilário Eidelwein, passa a integrar o Comitê ocupando uma das vagas no grupo de represen
tantes dos Usuários da Água na categoria de Esgotamento Sanitário, Drenagem e Gestão Urbana e Ambiental. A posse ocorreu no dia 8 de maio, na Universidade de Caxias do Sul (UCS). 

Além do secretário, também faz parte da nova gestão do Comitê a coordenadora da Sala Verde Manoel Ribeiro Pontes Filho, Regiane Mallmann. Ela integra a categoria dos Órgãos Governamentais, representando a 3ª Coordenadoria Regional de Educação.

Conforme Eidelwein é importante a participação do município e dos secretários do Meio Ambiente do Vale do Taquari no órgão, tendo em vista discussões relevantes que ocorrererão, como a cobrança do uso da água. Ele observa que dos 119 municípios que integram a bacia, Estrela é o que tem a maior extensão do Rio Taquari, e é fundamental a definição de ações e políticas públicas visando a preservação deste manancial. 

Os Comitês de Gerenciamento de Bacias Hidrográficas são organismos instituídos pelo Poder Público com base na Lei n° 10.350/94, como parte do Sistema Estadual de Recursos Hídricos, com atribuições específicas no gerenciamento dos usos e da conservação da água e dos corpos hídricos, tendo como base de planejamento e gestão a bacia hidrográfica.

Saiba mais
A Bacia Hidrográfica Taquari-Antas está localizada a nordeste do Estado. Possui área de 26.491,82 km², abrangendo municípios como Antônio Prado, Veranópolis, Bento Gonçalves, Cambará do Sul, Carlos Barbosa, Caxias do Sul, Estrela e Triunfo. Os principais cursos de água são o Rio das Antas, Rio Tainhas, Rio Lajeado Grande, Rio Humatã, Rio Carreiro, Rio Guaporé, Rio Forqueta, Rio Forquetinha e o Rio Taquari. O rio Taquari-Antas tem suas nascentes em São José dos Ausentes e desembocadura no Rio Jacuí. A captação de água na bacia destina-se a irrigação, o abastecimento público, a agroindústria e a dessedentação de animais. A Bacia abrange parte dos campos de cima da serra e região do Vale do Taquari, com predomínio de agropecuária, e a região colonial da Serra Gaúcha, caracterizada por intensa atividade industrial. 

(Fonte: Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável)
Texto: Paulo Ricardo Schneider

Nenhum comentário:

Postar um comentário