20 de ago de 2015

Agentes Comunitárias de Saúde participam de Curso Introdutório


BOM RETIRO DO SUL 
Na manhã desta segunda-feira, 17, o encerramento do Curso Introdutório para Agente Comunitário de Saúde, promovido pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde de Bom Retiro do Sul.
O Secretário da Saúde e Ação Social Carlos Alberto da Silva Santos Jr salienta a importância deste curso, “o agente comunitário de saúde tem um papel muito importante no acolhimento, pois é membro da equipe que faz parte da comunidade, o que permite a criação de vínculos mais facilmente, propiciando o contato direto com a equipe. E este curso é de extrema importância, para que as agentes comunitárias desenvolvam suas atividades com qualidade”, saliente o secretário.
O agente comunitário de saúde – ACS é um personagem muito importante na implementação do Sistema Único de Saúde, fortalecendo a integração entre os serviços de saúde da Atenção Primária à Saúde e à comunidade, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das pessoas, com ações de promoção e vigilância em saúde.
O trabalho do ACS é considerado uma extensão dos serviços de saúde dentro das comunidades, já que ele é um membro da comunidade e possui um envolvimento pessoal. É um personagem fundamental, pois é quem está mais próximo dos problemas que afetam a comunidade, é alguém que se destaca pela capacidade de se comunicar com as pessoas e pela liderança natural que exerce.
A ação deste profissional favorece a transformação de situações/problemas que afetam a qualidade de vida das famílias, como aquelas associadas ao saneamento básico, destinação do lixo, condições precárias de moradia, situações de exclusão social, desemprego, violência intrafamiliar, drogas lícitas e ilícitas, acidentes, etc. E o trabalho, tem como principal objetivo, contribuir para a qualidade de vida das pessoas e da comunidade.
O processo de qualificação dos agentes deve ser permanente. Nesse sentido, o Curso Introdutório apresentou as informações gerais sobre a função do profissional, e que irá ajudá-lo no melhor desenvolvimento de suas ações. O curso aconteceu no período de 03 à 17 de agosto, totalizando a carga horária de 40 horas.
Neste primeiro momento foi implantada a equipe do ESF - 1, que irá atender uma determinada região dentro do perímetro urbano de Bom Retiro do Sul.
Neste momento, o processo de implantação da ESF está em fase final de composição da equipe, sendo que foi aprovada a contratação emergencial de um Agente Comunitário de Saúde.
A equipe técnica da ESF será composta por um médico clínico geral, um enfermeiro, um técnico de enfermagem e cinco agentes comunitários de saúde.
O QUE É ESF
A Estratégia de Saúde da Família é um programa que se propõe a atuar com a promoção, prevenção, recuperação, reabilitação de doenças e agravos mais frequentes e manutenção da saúde da população.
Este projeto visa estabelecer vínculo terapêutico entre a equipe e os usuários; contribuir para o conhecimento da população referente ao tratamento e controle de sua doença através de várias práticas propostas pela equipe; prestar o atendimento preventivo e curativo de competência da Atenção Básica, na Unidade Básica de Saúde e no ambiente familiar conforme necessidade; trabalhar o conceito de qualidade de vida e não somente a ausência de doença, entre outros serviços disponibilizados na Atenção Básica.
A ESF visa a aproximação dos profissionais à realidade dos usuários de sua área de atuação, de forma a permitir a descrição de patologias mais encontradas nessa população, quais suas necessidades e, consequentemente, realizar o planejamento das ações que melhor possam atender a demanda encontrada.
Os atendimentos a domicilio da equipe nos casos identificados como necessários, bem como o atendimento das agentes de saúde, a realização de grupos de educação em saúde dentro das comunidades, são algumas das ações propostas pelo trabalho da ESF.
ÁREA DE COBERTURA
A ESF 1 abrange parte da população residente nos bairros Vila Barragem, Imigrante, São Francisco e Getúlio Vargas. Esta população, que atinge em torno de 27% do total de munícipes, foi mapeada em cinco micro áreas para melhor atendimento, sendo que haverá um agente comunitário de saúde responsável por cada uma dessas micro áreas. A referência de atendimento em Atenção Básica a essa população será o Posto de Saúde no bairro São Francisco.
PROFISSIONAIS PARTICIPANTES:
Carlos A. da Silva Santos Júnior– Sec. Saúde e Assistência Social; Ana Paula Delwing– Enfermeira ESF; Marinalda Gisele Garcia– Enfermeira UBS; Abel Simionato– Téc. Enfermagem; Ataíde Gabriele– Téc. Enfermagem; Roseli Rodrigues Cristo– Fiscal Sanitária; Jorge Miguel Garbey Reyna– Médico ESF; Miriam Pletsch – Pediatra; Jeniffer Harth- Psicóloga; Luiza Helena Cézar– Coordenadora de Saúde; Camila Pletsch– Farmacêutica; Neuza L. D. Piccoli– Secretaria da Saúde; Tiele dos Santos- Digitadora; Cassiane Purper– Psicóloga; Camila Oliveira-  Assistente Social; Denise Kerber– Coordenadora do CRAS e Karine Ventura de Carvalho– digitadora cadastro único.
AI

Nenhum comentário:

Postar um comentário