6 de jun de 2015

Escritor doa obras para Biblioteca Pública de Estrela


E S T R E L A
O teólogo e escritor Silvio Meincke visitou na manhã de sexta-feira (5), a Biblioteca Pública de  Estrela – Francisco Heckziegel Assis Sampaio – e fez a entrega de dezenas de exemplares de seus últimos livros. As obras Horizontes e Raízes, Ser Feliz e Quem vai alimentar o Mundo? vão estar à disposição do público leitor e também serão doadas aos frequentadores mais assíduos do espaço. “O escritor não busca recompensa financeira e sim quer sua obra propagada, especialmente no lugar onde nasceu”, salienta Meincke que é filho de agricultores, nascido na Linha Geraldo, localidade que lembra em alguns capítulos de Horizontes e Raízes.

Morando em Schwäbisch, no sul da Alemanha, visitou com saudosismo sua cidade natal e elogiou a reativação da escadaria do Rio Taquari. “Quero parabenizar Estrela pela retomada deste espaço histórico, que devolve o convívio com o Rio Taquari a seus moradores”, enfatiza. Agora Meincke trabalha para lançar, até o final do ano, seu mais novo livro escrito no dialeto teuto-brasileiro, linguagem única no mundo, nascida em Estrela e propagada pela região Sul do Brasil, uma mistura de diversos dialetos da Alemanha, Áustria e Suíça trazida pelos imigrantes.

Acompanharam a visita à Biblioteca o secretário de Cultura e Turismo de Estrela, Rudimar Hagemann e o vereador e instrutor dos grupos de danças folclóricas alemãs Andréas Hammester. Ambos serão responsáveis pelo lançamento no município. “Será uma obra de suma importância para a literatura, pois pouco ou nada existe na atualidade nesta linguagem, tão típica da nossa região e que sequer na Alemanha sobrevive”, afirma Hagemann. O escritor diz ter escolhido a escrita teuto-brasileira para narrar um livro de contos pessoais apesar de saber que as novas gerações sejam incapazes de lê-lo.
Matéria e foto: Jônatas dos Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário