28 de mai de 2015

Biblioteca Pública é selecionada no Projeto CDI Bibliotecas

E S T R E L A
Iniciativa do Comitê para a Democratização da Informática contemplará o espaço com dez microcomputadores
A Biblioteca Pública Municipal Francisco Reckziegel Assis Sampaio, de Estrela, está entre as cinco do Rio Grande do Sul selecionadas pelo projeto CDI Bibliotecas, uma iniciativa do Comitê para a Democratização da Informática (CDI). Com patrocínio da The Bill & Melinda Gates Foundation, visa ajudar líderes e profissionais das bibliotecas públicas a integrar ideias e serviços inovadores nesses espaços em resposta à evolução das necessidades de suas comunidades. A confirmação ocorreu este mês, quando a gestora do CDI Escolas, Deocelia Rosa Albanus, visitou a biblioteca e confirmou a seleção. Conforme a bibliotecária Ana Cristina Prates, além de receber dez microcomputadores de última geração, haverá capacitação na área de informática para a qualificação dos serviços prestados pelos servidores e também para a comunidade local, que serão multiplicadores dos conhecimentos nas suas localidades e bairros. “O objetivo é proporcionar a inclusão digital”, ressalta Ana Cristina. Segundo ela, o projeto tem duração de 18 meses e a expectativa é de que os equipamentos sejam entregues em agosto. 
 Metodologia
Será utilizada a metodologia baseada nas propostas do educador brasileiro Paulo Freire, que foram projetadas para capacitar os alunos como “agentes de transformação”, como melhores cidadãos para a sua comunidade. Entre outros objetivos, o projeto busca fomentar a criação de um ambiente de inovação nas bibliotecas, que seja referência para ampliar o acesso à leitura e ao conhecimento; contribuir na formação dos bibliotecários e profissionais para maior integração de tecnologia em suas atividades; aprimorar o engajamento da comunidade em atividades de incentivo ao aprendizado, acesso à informação e leitura e colaborar para ampliar a relevância das bibliotecas nas comunidades.

A proposta do município de Estrela foi elaborada com a colaboração da Biblioteca Municipal/Secretaria de Educação, Central de Projetos e Setor de Informática da prefeitura. O secretário de Educação, Marcelo Mallmann, destaca a importância do projeto no sentido de que vai promover a inclusão digital e ampliar o acesso à informação. “Queremos tornar a biblioteca um espaço cada vez mais democrático”, acrescenta o secretário, para o qual as novas ferramentas que estarão à disposição dos frequentadores vão contribuir para aumentar o número de leitores.
Texto: Paulo Ricardo Schneider
Crédito: Jéssica Taís Scheeren

Nenhum comentário:

Postar um comentário