24 de jan de 2014

Alckmin sanciona lei que proíbe uso de animais na indústria de cosméticos



O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), sancionou nesta quinta-feira (23) uma lei que veta a utilização de animais na produção de cosméticos, produtos de higiene pessoal e perfumes no Estado de São Paulo.

"Há métodos alternativos à utilização de animais, como testes in vitro e metodologias usando computadores", justificou o governador durante o anúncio da nova regra.

A medida ainda precisa ser regulamentada para entrar em vigor.

O projeto de lei 777/2013 foi proposto no fim de outubro, dias após a invasão do Instituto Royal, em São Roque (SP), quando ativistas soltaram cães da raça beagle que eram usados em pesquisas de medicamentos.

Apesar de apresentar restrições ao uso de animais na atividade industrial, o texto sancionado hoje não proíbe testes em animais na indústria farmacêutica.

O deputado estadual Feliciano Filho (PEN), autor da lei, estava emocionado ao falar da decisão do governador.

"O telefone não para de tocar. É muita gente comemorando o fim da crueldade com os animais, que não podem se defender", disse.


Na opinião do deputado, outros Estados devem seguir o exemplo de São Paulo no futuro.
"Essa aprovação é importante porque, o que São Paulo faz ecoa no resto do país. Estou muito otimista de que isso vá se espalhar."
Fonte: UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário